terça-feira, 30 de janeiro de 2007

I'm Back!

Ea!!! Tive que abandonar contra minha vontade o outro blog (não consigo mais acessá-lo). E, retribuindo a gratidão ao meu brodi Daniel Abreu, coloquei um poema dele que gostei e me identifiquei muito. Abração, meu chapa!!!

Violões sem corda

Olhe para o lado,
Isso...veja que não estou aí.
Olhe para dentro,
Não...não é o lugar que queria estar.

Como eu poderia explicar???
Se ao menos eu entedesse...
O porquê de quando penso em você,
Sinto seu cheiro,
Ouço suas risadas,
Toco sua mão,
E ao mesmo tempo acordo do pesadelo e,
Ao abrir os olhos me sinto vazio,
como um violão sem corda,
Um céu sem estrelas,
Um quadro sem tinta,
Um livro sem leitor,
E um homem sem uma mulher.
Ahhh violão...
Aquele onde se afaga todas as suas malditas lembranças,
e onde se preserva a sua eterna presença.

Um comentário:

  1. Ahhhhhhh...
    Não precisava não cara!!!
    Vc mercecia um espaço lá...
    Afinal o blogger tava econdendo um talento e tanto!

    Abraço pra você bródi!

    ResponderExcluir