quarta-feira, 10 de junho de 2009

Diálego


– Quer?

– Não, não...

– Ah... Queira!

– Mas não quero.

– Ih...

– Que foi...?

– Que chatice a sua!

– Por quê?

– ‘Não quero’, ‘Não quero’, ‘Não quero’...

– Sim... Qual o problema?

– Nada... ... Você não quer!

– Então queira você!

– Eu não. Já me satisfiz.

– Há!

– Hã?

– Você disse ‘eu não. Já me satisfiz’. E eu acho que não.

– Por quê?!

– Você quer que eu queira. E eu não quero.


...


– Não vai falar mais nada?

– Falar o quê?

– Esquece...

– Ok... ... Vou falar, ou melhor, voltar a falar: você quer que eu queira. E eu não quero.

– É... Nunca quer nada.
– Você não entende. Eu quero o que eu quero.



6 comentários:

  1. as vezes fico na duvida s vc eh msm evil ou s eh apenas a minha visão do mundo!
    ahuaihaihaihaih

    ResponderExcluir
  2. aah, fico na duvida tbm, s vc esta cavando sua sepultura, ou apenas sua liberdade
    ;-)

    ResponderExcluir