domingo, 17 de abril de 2011

A ilha



Aquela ilha, longe, desvista na imensidão,

acena raros coqueiros secos, sombreando
a areia antiga e gasta de tempos.

Havia passos marcados, esquecidos de caminho,
_____a estranha inércia a vencer maremotos,
_____o vento movendo as folhas ressequidas.

O sol reverbera no céu o azul movente do mar,
impondo a vida nas ondas a brilhar:
peixes dançam cardumes e corais desenham jardins
por todo o oceano.

Estática, a ilha esquecida, ignorada.
iluminada pela mesma luz, fértil nas águas.
Porém a desabitada areia, amarela de passados,

afunda nas profundezas uma grande terra,
outrora carregada de todo verde e toda alma.

E que agora é apenas rastros do que marcado está;
é apenas a ilha, presente, vazia, a imóvel manter-se,
____________________________a, ignota, perder-se.



2 comentários:

  1. Muito bom, Pitta! Li aqui em voz alta... ritmado, bem bolado, irado!

    ResponderExcluir
  2. such as during aaa grade replica watches the Anglo-Burma War of 1885. During the Boer War, the importance of coordinating luxury breitling replica troop movements and synchronizing attacks against the highly mobile Boer insurgents replica hermes handbags store was paramount, and the use of wristwatches subsequently louis vuitton replica handbag became widespread among the officer class. The company Mappin & Webb began swiss replica watches production.

    ResponderExcluir